O maior portal sobre localização de games do Brasil

Entrevista com Tarcisio Pureza

Entrevista com Tarcisio Pureza, o Jack Cooper de Titanfall 2

Como foi dublar seu primeiro protagonista em jogos?

Foi fantástico! E ainda tive a chance de dublar uma franquia que adoro – tenho mais de 150 horas jogadas no primeiro Titanfall.

Além de Titanfall 2, quais outras produções você tem orgulho de ter participado?

Ainda em jogos, eu gostei muito de participar da gravação de Assassin’s Creed Unity – outra franquia que sou apaixonado! E tenho muito orgulho de ter participado da dublagem de Kung Fury. Fizemos exatamente como as dublagens dos anos oitenta pediam – somando os palavrões! hehe. Foi a primeira dublagem do mundo do Kung Fury, e os próprios produtores do filme, que são da Laser Unicorns, curtiram muito e compartilharam. Ah, e eu faço o Hackerman! hehe
Teve o Chuck Frango em Sanjay e Craig, que adoro fazer, e comecei a fazê-lo apartir da segunda metade da segunda temporada. E outro que me amarro, é o Rutabaga de BoJack Horseman.
Esses são os que eu puxo da memória de primeira, mas eu também gosto bastante de fazer pequenas dobras e vozerios, nos vozerios eu costumo colocar muitos easter eggs – sério, assistam Kung Fury dublado que vão notar isso, rs.

Na dublagem do Titanfall 2, os arquivos de áudio foram enviados/dublados ao decorrer do tempo? Ou todos foram enviados/dublados de uma só vez?

Em Titanfall 2, eu gravei entre Junho e Agosto deste ano. E no começo o volume é muito maior, no final eu gravei o trailer narrado pelo Jack Cooper, e que também se encontra na intro do game.

Como você analisa Titanfall 2?

Eu ainda não consegui por as mãos no game – minha placa de vídeo precisa de um upgrade, hehe.
Mas achei o game incrível nas lives que acompanhei. Curti muito o modo campanha, e percebi uma evolução muito legal no modo multiplayer, que foi o carro chefe do primeiro jogo.

Você tem o costume de jogar video-game? Se sim, em qual plataforma você costuma jogar? 

Eu tenho jogado muito no PC ultimamente, ainda não me decidi entre um console de nova geração, e por vezes dá vontade de ter todos eles! hehe

Qual sua franquia de jogos favorita? 

Eu tenho franquias favoritas, hehe. Sou muito fã de GTA, Metal Gear, Far Cry, Batman Arkham, Red Dead Redemption, The Last of Us, Zelda…

Qual o primeiro jogo dublado que você jogou? Imaginou que chegaríamos à quantidade de jogos dublados que hoje temos no mercado?

Foi um game de futebol para SNES. Era um portunhol bem engraçado! hehe.
E fico muito feliz que hoje tenhamos tanta qualidade na localização de jogos.

Qual o jogo que você mais gostaria de receber um convite para dublar?

Essa é complicada… eu fico feliz com cada convite, inclusive dos indies nacionais que tenho feito. Mas se fosse pra escolher um, e que refletisse minha infância jogando PS1… bom, eu me amarrava nos games do Homem Aranha. Adoraria fazer o cabeça-de-teia exclusivo para PS4.

Quais as lições que as dublagens de filmes e séries podem levar para a dublagem de jogos no Brasil?

Cada produção é um aprendizado. E vamos melhorando a cada uma delas. Como também sou tradutor (inglês), eu busco sempre pegar cada intenção de voz presente no áudio original. Nas séries e filmes, ainda temos a ajuda da imagem na tela, já nos jogos, temos apenas o áudio. E por já estar acostumado a perceber a intenção na voz, os games se tornam mais fáceis de chegar próximo ao original, essa percepção sempre me ajudou muito.

A dublagem de jogos certamente avançaria caso mais jogos fossem desenvolvidos, incentivados, divulgados e valorizados aqui no Brasil. Na sua opinião, o que falta para que o desenvolvimento de jogos no país possa deslanchar?

Eu tive a oportunidade de trabalhar um pouco com indies brasileiros. E conversando com alguns produtores, sempre digo que no momento em que tivermos grandes apostas, e daí grandes acertos, começaremos a deslanchar. Meu sonho como ator, é fazer captura de movimentos e voz original para uma nova franquia nacional.

Você tem algum recado para quem está lendo essa entrevista?

Tenho! hehe
Muito obrigado pela entrevista, gosto muito de falar sobre esta função que exerço, da qual sou tão apaixonado, e amo falar sobre games. Espero que tenham curtido, assim como eu, esta entrevista. E dou total liberdade para quem quiser tirar dúvidas, ou mesmo dar um “alô”, possa me procurar no facebook. Tenho o maior prazer em responder a vocês.
Obrigado por acompanhar a entrevista! Não se esqueça de comentar e avaliar nosso novo projeto! 
Entre em contato com o Tarcisio por aqui.
Até a próxima!

Next Post

Previous Post

Comente!

© 2020 Brasil Game Dub

Tema criado por Anders Norén